Vídeo em destaque

domingo, 18 de dezembro de 2011

Homossexualismo 1


Parte 1 – Textos (in)diretos

O acalorado debate sobre a prática homossexual ganhou enorme notoriedade no Brasil nas eleições passadas e em episódios correlatos devido especialmente à contribuição de Silas Malafaia. Sua oposição ao projeto de lei 122/06, o destacou como o maior oponente do homossexualismo no Brasil.

[Peço ao leitor que observe o meu cuidado em separar a prática homossexual daquele que a pratica. Essa é a forma que encontrei de harmonizar o que escrevo com a verdade do Evangelho que nos faz concluir que Deus ama o pecador, mas abomina o pecado. Deus não negocia Seus princípios com ninguém e Ele não vai considerar certo um comportamento que é errado pelo simples fato da sociedade considerá-lo certo. Pecado para Deus será sempre pecado e santidade será sempre santidade.]

Em meio a todo o clima de tensão gerado, decidi escrever algumas coisas que considero relevante. Antes de tudo, devo lembrar ao leitor que tenho compromisso apenas com Deus e com Sua Palavra e não abrirei mão de expor a verdade e jamais negociarei os princípios do Reino de Deus. Muito daquilo que se denomina fundamentalismo religioso é a mais pura verdade do Evangelho de Cristo. Devemos distinguir entre os erros humanos de preconceito e racismo dos princípios espirituais estabelecidos por Deus. Ficar do lado dos princípios genuínos do Evangelho não é ser fundamentalista religioso, é ser espiritual. Contudo, devo lembrar também que não tenho compromisso com nenhum sistema religioso autoritário que não sabe falar a verdade sem criar um ambiente de guerra. Pretendo expor o que penso da melhor maneira que eu encontrar e espero que o leitor tenha sensatez e equilíbrio para considerar o que escrevo sem se desesperar.

Neste momento inicial, destacarei apenas textos bíblicos que considero ser indispensáveis nesta questão. São passagens das Escrituras que podem ser classificadas como indiretas, mas que possuem relação com o assunto. São elas:

Gn 1.27; 2.18,21-24; 5.1,2: O que Deus criou! Homossexualismo não é invenção divina!
"Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou." "Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea. Então, o Senhor Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne. E a costela que o Senhor Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe. E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada. Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne." "Este é o livro da genealogia de Adão. No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez; homem e mulher os criou, e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adão, no dia em que foram criados."

Is 5.20: alerta aos hereges!
"Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!"


Is 30.8-11: recusa para dar ouvidos à verdade!
“Vai, pois, escreve isso numa tabuinha perante eles, escreve-o num livro, para que fique registrado para os dias vindouros, para sempre, perpetuamente. Porque povo rebelde é este, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do Senhor. Eles dizem aos videntes: Não tenhais visões; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, profetizai-nos ilusões; desviai-vos do caminho, apartai-vos da vereda; não nos faleis mais do Santo de Israel.”
Mt 4.5-7: estratégias de Satanás para o engano!
"Então, o diabo o levou à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo e lhe disse: Se és Filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: Eles te susterão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra. Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus."

Mt 10.16: vigilância indispensável!
"Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas."

Mt 22.29: as duas fontes de erro - ignorância do logos e do rhema!
"Respondeu-lhes Jesus: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus."

A ignorância do logos é o não conhecimento das Escrituras ou a deturpação da mesma. A ignorância do rhema é o desconhecimento do que o poder de Deus pode fazer na vida de um homem. Quem conhece a Bíblia sabe que Deus não aprova a prática homossexual e quem conhece o poder de Deus sabe que um homossexual pode ser transformado. Pensar que Deus é incapaz de transformar um homossexual é sinal da ignorância do Seu poder.

At 17.10-12: a nobreza da avaliação!
"E logo, durante a noite, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Bereia; ali chegados, dirigiram-se à sinagoga dos judeus. Ora, estes de Bereia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim. Com isso, muitos deles creram, mulheres gregas de alta posição e não poucos homens."

At 20.29,30: hereges na igreja!
"Eu sei que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles."

Rm 16.17,18: como tratar hereges declarados!
"Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles, porque esses tais não servem a Cristo, nosso Senhor, e sim a seu próprio ventre; e, com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos incautos."

I Co 14.20: inteligência espiritual!
"Irmãos, não sejais meninos no juízo; na malícia, sim, sede crianças; quanto ao juízo, sede homens amadurecidos."

II Co 11.13-15: estratégias de Satanás!
"Porque os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transformando-se em apóstolos de Cristo. E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras."

Gl 1.6-9: penere o que você lê e ouve!
"Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho,  o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.  Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.  Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema."

Ef 4.14: firmeza doutrinária!
"para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro."

I Tm 4.1-5: espíritos enganadores e ensino de demônios - identifique-os e rejeite-os!
"Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência, que proíbem o casamento e exigem abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos, com ações de graças, pelos fiéis e por quantos conhecem plenamente a verdade; pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graças, nada é recusável, porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificado."

Tt 1.10,11: posicionamento da igreja!
"Porque existem muitos insubordinados, palradores frívolos e enganadores, especialmente os da circuncisão. É preciso fazê-los calar, porque andam pervertendo casas inteiras, ensinando o que não devem, por torpe ganância."


II Tm 4.2-5: recusa em ouvir a verdade prenunciada!
prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.”
II Pe 2.1-3; 3.17: punição para os hereges!
"Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme." "Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos; não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, descaiais da vossa própria firmeza;"
 
I Jo 4.1-3: avaliação dos espíritos!
"Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora. Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo."

Esses textos servem como um pano de fundo para a questão da homossexualidade à luz da Bíblia. O meu maior objetivo é que o leitor não seja enganado e esse também é um dos maiores objetivos da Bíblia. Portanto, me permita fazer alguns comentários iniciais:

a) Destaquei o texto de Gn 1.27; 2.18,21-24; 5.1,2 por uma simples razão: enfatizar o que Deus criou! No projeto divino, não há uma alternativa diferente da relação heterossexual. O que procede de Deus como plano e criação original é homem e mulher (macho e fêmea). Em nenhum lugar das Escrituras, Deus é apresentado como o criador de relações homossexuais (ainda que haja alguma relação homossexual mencionada na Bíblia). Por isso Jesus disse: "o que Deus ajuntou não o separe o homem" (Mt 19.6). A pergunta que faço é: o que Deus uniu? Que tipo de ajuntamento foi promovido por Deus e não pelo homem? Qual foi a proposta original de Deus quando Ele planejou, idealizou, arquitetou e manifestou a família? Há muita gente mal intencionada atribuindo à Deus uma invenção humana. A proposta de Deus é unir homem e mulher, a dos homens vai além disso. Eu fico somente com a proposta divina!!!

b) Mencionei Is 5.20 por ter observado debates na TV e textos na internet de homens que usavam as Escrituras para legitimar a prática homossexual. Fiquei profundamente decepcionado com essas pessoas, pois elas sabem que estão erradas mas fingem que estão certas e acabam conduzindo ao erro muitos ingênuos. Quem quiser defender a prática homossexual use qualquer recurso menos a Bíblia. Me senti ofendido por ver gente manipulando as Escrituras ao empregar um malabarismo teológico fajuto, mas que para muitos que não possuem discernimento, é uma manobra legítima. O texto de Is 5.20  serve de alerta e aviso para aqueles que transformam a verdade de Deus em mentira. Não é qualquer homem que deve ser ouvido só porque está usando a Bíblia. Como veremos a seguir, o próprio diabo usou as Escrituras para fazer Jesus pecar. Pense sobre isso: É POSSÍVEL USAR A BÍBLIA PARA LEVAR ALGUÉM A COMETER PECADO!!! Infelizmente muita gente não sabe disso e está sendo enganada por sua ingenuidade. Fique esperto: Deus não vai aceitar o errado como certo apenas porque a sociedade aceita. Ele não vai considerar o amargo como doce simplesmente porque homens estão usando a Bíblia para isso. Pelo contrário, Sua Palavra para esse caso é "Ai dos que agem assim!". Lembre-se querido: A BÍBLIA É UM LIVRO MANIPULÁVEL! Não se deixe levar por pessoas que manipulam as Escrituras com uma teologia irresponsável. Portanto, se precisa de esclarecimento, peça diretamente a Deus e Ele responderá!

c) O texto de Mt 4.5-7 deixa bem claro uma das verdades mais importantes no mundo espiritual: o diabo usa a Bíblia!!! Uma das estratégias mais eficazes de Satanás é associar uma mentira com a verdade do Evangelho e deixar sutilmente despercebido de modo a enganar os incautos. É por isso que devemos ter cuidado redobrado com o que lemos, vemos, ouvimos e ponderamos. Se o diabo sabe que você não abre mão daquilo que está escrito na Bíblia (exatamente como fez Jesus), então ele tentará usar a própria Bíblia contra você para induzi-lo ao erro. Para se proteger contra essas artimanhas é importante que você ore, esteja vinculado a uma boa igreja local e que medite profundamente nas Escrituras. Se associe com pessoas comprometidas com Deus! Peça a Deus esclarecimento e se você é sincero Ele certamente te responderá. É por isso também que citei o texto de Mt 10.16, onde Jesus fala sobre a prudência da serpente e a simplicidade da pomba. A prudência é para você não engolir tudo que lê e ouve! Medite, pondere, considere, analise, avalie. Seja humilde diante de Deus e Ele te dará luz sobre isso que estou falando!

Os textos de Mt 22.29; At 17.10-12; At 20.29,30; Rm 16.17,18; I Co 14.20; II Co 11.13-15; Gl 1.6-9; Ef 4.14; I Tm 4.1-5; II Tm 4.2-5; Tt 1.10,11; II Pe 2.1-3; 3.17; I Jo 4.1-3, estão todos relacionados com a identificação de heresias e o combate às mesmas. A IGREJA NÃO PODE FICAR INDIFERENTE, ELA DEVE SE POSICIONAR!!!

O leitor deve buscar discernimento à respeito da verdade para não ser arrastado ao erro. Falsos argumentos bem arquitetados não são triviais de identificar e desmascarar. É por isso que faço esse alerta.

Em breve postarei mais uns textos bíblicos e adicionarei comentários de como encaro essa questão.

Um abraço a todos!

Marconi BS Costa

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Abuso "espiritual"


Encontrei esse texto no GospelPrime e não poderia deixar de reproduzi-lo aqui.

Detalhe: não fiz nenhuma alteração! O texto foi reproduzido na íntegra. Só mudei o título Abuso "espiritual", adicionei as aspas porque não considero nada espiritual qualquer forma de abuso!

Leiam, pensem, raciocinem e comentem. Em breve, trarei este assunto à tona novamente.

As Sete Regras do Abuso Espiritual
Por Ronald M. Enroth, pastor americano

1) Scripture Twisting (Distorção da Escritura): para defender os abusos usam de doutrinas do tipo “cobertura espiritual”, distorcem o sentido bíblico da autoridade e submissão, etc. Encontram justificativas para qualquer coisa. Estes grupos geralmente são fundamentalistas e superficiais em seu conhecimento bíblico. O que o líder ensina é aceito sem muito questionamento e nem é verificado nas Escrituras se as coisas são mesmo assim, ao contrário do bom exemplo dos bereanos que examinavam tudo o que Paulo lhes dizia.

2) Autocratic Leadership (liderança autocrática): discordar do líder é discordar de Deus. É pregado que devemos obedecer ao discipulador, mesmo que este esteja errado. Um dos “homens de Deus” de uma igreja diz que se jogaria na frente de um trem caso o “Líder” ordenasse, pois Deus faria um milagre para salvá-lo ou a hora dele tinha chegado. A hierarquia é em forma de pirâmide (às vezes citam o Salmo 133 como base), e geralmente bastante rígida. Em muitos casos não é permitido chamar alguém com cargo importante pelo nome, (seria uma desonra) mas sim pelo cargo que ocupa, como por exemplo “pastor Fulano”, “bispo X”, “apóstolo Y”, etc. Alguns afirmam crer em “teocracia” e se inspiram nos líderes do Antigo Testamento. Dizem que democracia é do demônio, até no nome.

3) Isolationism (Isolacionismo): o grupo possui um sentimento de superioridade. Acredita que possui a melhor revelação de Deus, a melhor visão, a melhor estratégia. Eu percebi que a relação com outros ministérios se dá com o objetivo de divulgar a marca (nome da denominação), para levar avivamento para os outros ou para arranjar público para eventos. O relacionamento com outros ministérios é desencorajado quando não proibido. Em alguns grupos no louvor são tocadas apenas músicas do próprio ministério.

4) Spiritual Elitism (Elitismo espiritual): é passada a idéia de que quanto maior o nível que uma pessoa se encontra na hierarquia da denominação, mais esta pessoa é espiritual, tem maior intimidade com Deus, conhece mais a Bíblia, e até que possui mais poder espiritual (unção). Isso leva à busca por cargos. Quem está em maior nível pode mandar nos que estão abaixo. Em algumas igrejas o número de discípulos ou de células é indicativo de espiritualidade. Em algumas igrejas existem camisetas para diferenciar aqueles que são discípulos do pastor. Quanto maior o serviço demonstrado à denominação, ou quanto maior a bajulação, mais rápida é a subida na hierarquia.

5) Regimentation of Life (controle da vida): quando os líderes, especialmente em grupos com discipulado, se metem em áreas particulares da vida das pessoas. Controlam com quem podem namorar, se podem ou não ir para a praia, se devem ou não se mudar, roupas que podem vestir, etc. É controlada inclusive a presença nos cultos. Faltar em algum evento por motivos profissionais ou familiares é um pecado grave. Um pastor, discípulo direto do líder de uma denominação, chegou a oferecer atestados médicos falsos para que as pessoas pudessem participar de um evento, e meu amigo perdeu o emprego por discordar dessa imoralidade.

6) Disallowance of Dissent (rejeição de discordâncias): não existe espaço para o debate teológico. A interpretação seguida é a dos lideres. É praticamente a doutrina da infalibilidade papal. Qualquer crítica é sinônimo de rebeldia, insubmissão, etc. Este é considerado um dos pecados mais graves. Outros pecados morais não recebem tal tratamento. Eu mesmo precisei ouvir xingamentos por mais de duas horas por discordar de posicionamentos políticos da denominação na qual congregava. Quem pensa diferente é convidado a se retirar. As denominações publicam as posições oficiais, que são consideradas, obviamente, as mais fiéis ao original. Os dogmas são sagrados.

7) Traumatic Departure (saída traumática): quem se desliga de um grupo destes geralmente sofre com acusações de rebeldia, de falta de visão, egoísmo, preguiça, comodismo, etc. Os que permanecem no grupo são instruídos a evitar influências dos rebeldes, que são desmoralizados. Os desligamentos são tratados como uma limpeza que Deus fez, para provar quem é fiel ao sistema. Não compreendem como alguém pode decidir se desligar de algo que consideram ser visão de Deus. Assim, se desligar de um grupo destes é equivalente a se rebelar contra o chamado de Deus. Muitas vezes relacionamentos são cortados e até famílias são prejudicadas apenas pelo fato de alguém não querer mais fazer parte do mesmo grupo ditatorial.

Texto extraído do GospelPrime.

Um abraço a todos!

Marconi BS Costa

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Um sonho distante



Aliança protestante

Apesar da proposta do reverendo Antônio Carlos Costa não ser tão nova, ela é uma verdadeira obra de arte. É um sonho difícil de imaginar na realidade.

Compartilho da mesma visão do reverendo, mas percebo que o modelo de igreja institucionalizada predominante na atualidade inviabiliza um projeto como esse, não obstante sua enorme beleza.

Apesar disso, prefiro fazer minha divulgação pessoal dessa idéia e quem sabe contagiar outros! Espero que os leitores desse blog passem adiante essa idéia, afinal de contas essa é a verdadeira igreja (At 2.42-47; 4.32-37; I Jo 3.16-18; Tg 2.14-17).

Do belíssimo texto redigido em seu blog, destaco as seguintes palavras:
É óbvio que não seremos a voz da igreja evangélica no Brasil. Essa tarefa é impossível. Somos protestantes. Não temos Papa. A liberdade de consciência e o livre exame das Escrituras são valores que não negociamos.

Parabéns ao reverendo Antônio Carlos Costa pela nobre iniciativa!

Um abraço a todos!

Marconi BS Costa

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Cair na unção

Depois de ter assistido aos 40min (aproximadamente) de reportagem, não pude ficar indiferente ao comportamento ímpio da rede Record. Dentre tantas reportagens que poderiam ser exibidas sobre os evangélicos, o dono da Record (lamentavelmente) escolheu uma com a finalidade de atingir os irmãos. Jamais vi uma reportagem dessa natureza em qualquer emissora e nunca esperaria ver isso em uma rede de TV cujo dono se considera cristão. A existência de infantilidades na igreja não constitui motivo para elaboração de uma reportagem ampla como a que foi transmitida. Por isso, segue alguns pontos abaixo:

1º) Algumas referências bíblicas para reações humanas não-convencionais na presença de Deus: I Sm 19.18-24; I Reis 8.10,11; II Cr 5.2-14 e 7.1,2; Ez 1.1-2.2 e 3.22-24 e 43.1-5; Dn 10.1-18; Jo 18.1-11; At 2.1-15; Ap 1.9-17

2º) A maior parte das imagens mostradas na reportagem são reações humanas fruto da meninice e infantilidade dos irmãos. Contudo, isso não quer dizer que reações genuinamente provocadas por Deus não possam ocorrer (veja os versículos acima). Euforia, empolgação, sensacionalismo, emoção, etc. não são novidades no meio cristão. Porém, isso não anula as genuínas manifestações divinas que podem eventualmente atingir o corpo humano de modo não-convencional. Além disso, em nenhum momento da reportagem alguém gabaritado que pratique o “cair no Espírito” teve chance de se pronunciar! Atacar pessoas sem oferecer chance de defesa é covardia!

3º) Em At 2.1-15, as pessoas pensavam que os irmãos estavam embriagados. Pergunto: você já viu algum brasileiro embriagado falar fluentemente algum idioma diferente do português? Em mais de 10 anos de evangelismo em minha cidade, ministrei a Palavra para muitas pessoas embriagadas nas ruas e nunca vi nenhuma delas falando inglês, alemão, árabe, etc. pelo simples fato de estarem embriagadas (nem o português falavam direito!). Esse é apenas um exemplo, veja os demais textos bíblicos citados acima.

4º) Qual o verdadeiro objetivo da Record exibir essa reportagem? Estaria o dono da Record preocupado com a condição espiritual da igreja evangélica brasileira? E os ataques diretos à Ana Paula Valadão e à Igreja Batista da Lagoinha? Há rumores de que um programa gospel será exibido pela concorrente da Record e a possível apresentadora será Ana Paula Valadão. Seria isso coincidência?

5º) A Record e o seu dono se comportaram piores do que ímpios (o que não é nenhuma novidade). Há muita coisa boa que poderia ter sido mostrada sobre os evangélicos: pessoas curadas de terríveis doenças, libertas das drogas, famílias restauradas, trabalhos sociais, cruzadas evangelísticas, pessoas que mendigavam e hoje são empresários, etc. Infelizmente escolheram o lado humano e sensacionalista.

Lamento por aqueles que não possuem discernimento para notar que se trata de uma guerra comercial. Creio que a IURD é uma parte importante do Corpo de Cristo no Brasil, mas também creio que o seu fundador perdeu totalmente o rumo da trajetória cristã. Assim como Saul que começou bem (I Sm 10.1-26), mas acabou matando os sacerdotes do Senhor (I Sm 22.6-23), consultou uma feiticeira (I Sm 28.1-20) e suicidou-se (I Sm 31.1-5), temo pelo líder da IURD.

Conheço muitos irmãos na fé que fazem parte dessa igreja e que nada tem a ver com esse triste episódio. Há homens e mulheres de Deus em abundância na IURD, mas não podemos aprovar qualquer comentário, doutrina ou comportamento de sua liderança. Devemos avaliar o que vemos e ouvimos (At 17.10,11), independentemente de quem fala e faz. Não podemos concordar com tudo que o dono da Record diz e faz só porque ele é o presidente da IURD. Como homem normal, ele está sujeito a erros e ninguém é infalível. E mesmo que outros homens como Silas Malafaia, R. R. Soares, Valdemiro Santiago, etc. tivessem produzido ou concordado com a reportagem, eles também deveriam ser repudiados por tal atitude.

No lugar de usar sua emissora para divulgar o Evangelho de Cristo, o dono da Record fez o que o diabo faria se tivesse no lugar dele: zombou de muitos irmãos. Espero que o arrependimento chegue ao coração dele a tempo de se retratar e que passe a usar sua emissora como instrumento para a glória de Deus.


Um abraço a todos!

Marconi BS Costa

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Posicionamento!

Finalmente!


Finalmente encontrei uma forma legítima de expor o que penso preservando compromisso apenas com a verdade e sem ofender ninguém. Há muito eu desejava um veículo para me posicionar diante de assuntos atuais e de interesse da maioria. O problema é o tempo! É difícil encontrar momentos disponíveis para postar e fazer uso dos inúmeros recursos do Blogger, contudo, essa ferramenta vale o sacrifício!


Depois de ver tanto lixo na internet e na televisão, decidi adotar uma postura mais agressiva. Decidi sair de cima do muro e não vou ficar mais calado vendo as coisas acontecerem. Agora é à vera! Entrei pro combate! Posicionamento, postura, decisão e definição é o que eu tava precisando. "Para o triunfo do mal só é preciso que os bons não façam nada." (Edmund Burke)


Muita gente usa essa ferramenta para propagar a mentira, mas eu entro nessa prá divulgar a verdade, em especial, a verdade do Evangelho de Cristo. Alguns assuntos polêmicos já estão na lista: a recente reportagem da Record sobre cair na unção, a questão do homossexualismo, as práticas exploradoras do neopentecostalismo, a transformação da igreja de Cristo em uma megaempresa, a transformação dos ministros de Cristo em astros da modernidade, etc.

Tem muita coisa entalada na minha garganta, mas agora que descobri o Blogger, vou poder respirar novamente. Como dizia o célebre pensador: "Se não sou a lâmina que corta, serei a pedra que afia". (Horácio) Indiferente não fico nunca mais! Enquanto eu era bigorna, aguentei muita pancada, mas agora eu sou martelo e pretendo bater pesado. Só não sei se Deus permitirá. Seja feita a vontade do Senhor!


Espero contar com a participação de leitores que contribuam com as discussões.

Antecipo agradecimentos a Sissi e a Roberta! As duas primeiras leitoras! Pena que o comentário delas (muito bom) saiu quando refiz o blog. Aeh galera, comenta de novo! Valeu!


Um abraço!

Marconi BS Costa